Câncer colorretal: quais são os primeiros sintomas da doença?

Câncer colorretal: quais são os primeiros sintomas da doença?

O câncer é uma doença de certo modo silenciosa. No estágio inicial, os tumores podem se desenvolver no organismo sem acarretar sintomas, dificultando seu diagnóstico. O câncer colorretal, especificamente, também segue esse padrão. No entanto, a atenção aos primeiros sinais pode fazer a diferença no tratamento, por meio de um diagnóstico precoce. Descubra a seguir como identificar as primeiras manifestações do câncer colorretal.

O que é câncer colorretal?

Esse tipo de câncer acomete o intestino grosso ou o reto. Segundo a oncologista, a doença resulta da proliferação desordenada de algumas células agressivas. “Essas células defeituosas se multiplicam, formando tumores que podem invadir estruturas ao redor ou mais distantes”, explica Dra. Giulia. “O câncer colorretal ocorre quando a célula defeituosa original está no cólon, que consiste no intestino grosso ou reto.” Para melhor compreensão, o reto é a câmara entre o término do intestino grosso e o ânus.

Quais sintomas de câncer colorretal costumam se manifestar primeiro?

É difícil precisar quais sintomas realmente são os primeiros a indicar câncer no cólon ou reto, mas os pacientes tendem a se queixar de alguns em especial. “Os principais sintomas de câncer colorretal são mudança no hábito intestinal, presença de sangue nas fezes, dor abdominal e anemia por deficiência de ferro”, explica a oncologista Dra. Giullia Bortolini. “Os estudos divergem quanto ao sintoma mais corrente, mas é possível especificar conforme a localização: sangramentos são mais comuns no cólon direito e alterações intestinais, no esquerdo.” Em resumo, esses são os principais sintomas associados ao câncer colorretal:

  • Mudanças no hábito intestinal que duram alguns dias: diarreia, constipação ou mudança no formato (estreitas ou afiladas) e consistência das fezes;
  • Dor abdominal ou desconforto que não passa: cólica, gases, dor ou a sensação de que seu intestino não está vazio nem quando você evacua;
  • Sangramento retal: sangue vermelho vivo;
  • Sangue nas fezes, fezes escurecidas e com cheiro mais forte do que o normal;
  • Fraqueza ou fadiga, incluindo náusea e vômitos;
  • Perda de peso mesmo sem tentar emagrecer ou sem razão aparente

Tome cuidado para não confundir os sintomas

Especialmente em estágios iniciais, um sintoma indicativo de câncer colorretal pode ser confundido com outra condição; e vice-versa. “Ter um sintoma não significa que o paciente tem câncer”, afirma a oncologista. “Uma infecção intestinal pode causar dores abdominais e, em casos mais graves, até mesmo a presença de sangue nas fezes. Este último sintoma pode ser causado também por fissuras anais, por exemplo.” Do mesmo modo, a pessoa pode descartar algo mais sério ao notar alguns sintomas. Para evitar complicações, é ideal manter contato regular com um especialista, a fim de confirmar ou negar suspeitas clínicas.

A colonoscopia é muito importante para apurar casos assintomáticos

O câncer colorretal, como as demais variações, é uma doença sorrateira. Principalmente nas primeiras fases de desenvolvimento, pode não causar um sintoma sequer. Nesses casos, a única forma de descobrir o câncer é através de exames de rotina. “A colonoscopia é de extrema importância na detecção do câncer colorretal”, sustenta Dra. Giullia. “Para diagnosticar um câncer, é necessário fazer uma biópsia, que é feita justamente por meio da colonoscopia. Se feita de maneira precoce, pode detectar lesões iniciais e até pré-malignas.” Assim, o tratamento pode ser aplicado antes de quaisquer complicações.

Profissional consultada: Giullia Bortolini de Lucena | CRM/RJ 52-105661-1
©Johnson & Johnson do Brasil Indústria e Comércio de Produtos para Saúde Ltda.,2021.
Johnson & Johnson Medical Brasil, uma divisão de Johnson & Johnson do Brasil
Indústria e Comércio de Produtos para Saúde Ltda.
Av. Presidente Juscelino Kubitschek, 2041 - Complexo JK - Bloco B
São Paulo/SP, CEP 04543-011
Elaborado em: 04/2021 176091-210507